O que fazer se o paciente disser “vou pensar”?

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O paciente agendou uma consulta com você. Durante o atendimento, você fez uma avaliação do paciente, explicou com detalhes sobre o diagnóstico, qual é o tratamento mais adequado, o que deveria ser feito dali para frente e os cuidados que o paciente deveria ter, mas, ao final do atendimento, o paciente falou “vou pensar”.

Você já passou por uma situação parecida com essa?

Se sim, o que você fez: tentou convencê-lo ou deixou o paciente ir embora?

O “vou pensar” do paciente é mais comum do que você imagina, mas a boa notícia é que você pode eliminar o “vou pensar” com ações simples na hora do atendimento e com um bom relacionamento.

Continue lendo esse artigo para descobrir o que você deve fazer quando o paciente disser “vou pensar”.

4 ações para você fazer quando o paciente disser “vou pensar”

Vender tratamentos de saúde não é uma tarefa fácil, principalmente se o ticket médio do procedimento for alto, mas se você souber ouvir, tiver empatia e for capaz de se conectar com o paciente, fica muito mais fácil substituir o “vou pensar” pelo “vamos fechar”.

Saiba como vender sem “ser” vendedor.

Veja o que fazer quando o paciente disser que vai pensar:

  1. Dê um tempo, mas não esqueça do paciente

O paciente não fechou com você imediatamente, porque ele, provavelmente, precisa analisar a situação financeira, quer ouvir a opinião de amigos e familiares ou simplesmente porque ele não pode tomar a decisão sozinho.

Por isso, quando o paciente disser que vai pensar, dê um tempo para ele.

Mas, para não cair no esquecimento, na semana seguinte, entre em contato com esse paciente perguntando se ele tem alguma dúvida ou questionamento acerca do tratamento.

Outra opção é ter o máximo de garantias do paciente. Isso significa que você deve definir uma data e um canal de comunicação para que possa contactá-lo e retornar a conversa.

Mas atenção! Tenha bom senso e não seja invasivo.

  1. Entenda a objeção do paciente e ofereça alternativas

Se o paciente disser que precisa pensar, conversar com o cônjuge, com a mãe ou algo do tipo, você precisa entender o que está impedindo esse paciente de já agendar o início do tratamento.

Nesse momento, você precisa ter o “timing” de vendas para oferecer alternativas que sejam capazes de quebrar a objeção do paciente. Por exemplo, se o problema for financeiro, você pode oferecer condições de pagamento facilitadas ou outras vantagens especiais.

Lembrando que você sempre deve deixar claro que a condição é por tempo limitado. Isso ajuda o paciente a tomar a decisão mais rápido.

  1. Tenha um material explicativo

Quando o paciente fala que vai pensar, provavelmente ele vai conversar com alguém antes de tomar uma decisão.

Por isso, sempre tenha um material informativo sobre o tratamento que você possa dar para o paciente levar para casa. Esse portfólio serve tanto para estender a experiência que o paciente teve no consultório, quanto para reforçar a sua autoridade e experiência.

  1. Invista no relacionamento

Se interessar pelo paciente, buscando entender a história, como ele age e quais são as suas necessidades é essencial para que a pessoa se conecte com você e escolha o seu consultório quando precisar realizar um tratamento.

Assim, personalize uma abordagem para cada paciente, de forma que ele se sinta mais confortável e confiante. 

O contato com o paciente não termina quando ele vai embora do consultório. Isso significa que você deve manter contato por WhatsApp, e-mail ou pelas redes sociais. Hoje existem ferramentas de automação de marketing que facilitam esse trabalho de relacionamento com o paciente. 

É válido lembrar que essa conexão com o paciente deve continuar até mesmo se ele optar por não realizar o tratamento que você propôs.

Clique aqui e saiba como usar o WhatsApp para potencializar o relacionamento com os pacientes.

Além das quatro dicas que mencionamos acima, você precisa ter o “feeling” de saber quando parar. Ser invasivo, chato e insistente vai espantar os pacientes.

Dica extra: reveja seu posicionamento de marketing

O “vou pensar” de um paciente pode ser um sinal de que você está atraindo o paciente errado.

Para solucionar essa questão, você precisa rever suas estratégias e ações de marketing, uma vez que, juntas, elas são responsáveis por fazer com que o seu nome e o seu consultório sejam reconhecidos entre os potenciais pacientes, bem como permite que as pessoas entendam qual é o seu propósito, os seus valores e sua área de atuação.

Se o seu objetivo é melhorar os seus resultados, ter a agenda sempre cheia e diminuir o “vou pensar” dos pacientes, a Super Self pode ajudar você! Entre em contato com a nossa equipe e conheça nossas soluções em marketing para profissionais da saúde.

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Artigos Relacionados

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Você quer vender e lucrar mais?

Você quer transformar visitantes em clientes? Quer uma máquina de vendas trabalhando no automático para o seu negócio?

Deixe o seu contato abaixo.